Top 5: Lobos e livros



A literatura fantástica é um verdadeiro criadouro e metamorfoseador de feras e diversos seres da imaginação. Dentre tantos estilos de narração, enredos e descrições, alguns predominam em nossas estantes. É o caso dos vampiros, bruxas, fae e lobisomens. Hoje, especialmente, vamos falar um pouquinho sobre os últimos? Honestamente, não gosto muito de utilizar a nomenclatura lobisomem. Acho feio e mais assustador do que realmente são, pelo menos nas histórias que costumo ler.

Minha ideia para este post é falar um pouco sobre livros com tais personagens e, claro, os que mais gosto e recomendo. Não me digam que esqueci do Jacob Black de Crepúsculo, pelamor! Não gosto dele e não vou falar sobre os quileutes porque a maioria dos leitores já conhece, okay?




Sangue e Chocolate – Annette Curtis Klause – Editora Underworld



Sangue e Chocolate (Blood and Chocolate), escrito por Annette Curtis Klause, conta a história de Vivian Gandillon que saboreia a mudança, a dor doce e poderosa que a leva de garota à lobo. Com dezesseis anos, ela é bonita e forte, e todos os lobos jovens estão em seu pé. Mas Vivian ainda está de luto pela morte de seu pai; seu grupo continua sem um líder e em desordem, e ela se sente perdida nos subúrbios de Maryland. Ela deseja uma vida normal. Mas o que é normal para um lobo que precisa a todo custo esconder a sua identidade dos humanos? Vivian ganha a vida trabalhando numa loja de chocolates e acaba se apaixonando por um garoto humano, bom e gentil, um alívio bem vindo para ela. Ele é fascinado por magia, e Viviam deseja se revelar para ele. Provavelmente ele a entendêria sua natureza dupla e não sentiria medo ou repulsa como um humano normal faria. A lealdade dividida de Vivian é forçada ainda mais quando um assassinato brutal ameaça expor o grupo. Movendo-se entre dois mundos, ela não parece pertencer a nenhum dos dois e se sente perdida entre as regras de lealdade de seu mundo e a vontade de se revelar seu amado.



Já falei sobre esse livro aqui no blog e vou repetir: amo! Essa foi a primeira história sobre lobos e homens que me fez querer ler mais e mais sobre essa espécie fantástica e assustadora, porém fofa (sim, eu amo cachorro, o que dá no mesmo). É um livro único, ou seja, não há sequência, embora possua uma adaptação para os cinemas bem ruim. O fato é que Sangue e Chocolate explora o melhor e o pior dos homens-lobo. Temos uma trama perfeita, que avalia a liderança do grupo e a deficiência humana ao se deparar com criaturas tão fantásticas. Vivian, a personagem principal, ao contrário da maioria das garotas especiais da literatura, tem orgulho de ser o que é, mesmo quando convive com tantos seres humanos, comuns e frágeis. Tanto o desenvolvimento quanto a finalização são muito bons, palpáveis e compreensíveis de uma forma nunca antes vista por mim. Os personagens são tão reais que você pode ficar se perguntando se aquele seu amigo, que nunca leva ninguém à sua aldeia, tem problemas com a lua cheia. Nunca se sabe, né?



Sob a Luz da Lua – Andrea Cremer – Galera Record



Best seller do New York Times, Sob a luz da lua, é o primeiro livro da série Nightshade, de Andrea Cremer. A protagonista Calla Thor não é uma menina normal, e sempre soube que seu destino seria se unir a Ren Laroche, sendo sua fiel companheira até o último dia de suas vidas. Só que Calla, assim como Ren, é tão humana quanto loba. Alfa dos Nightshades, ela é responsável pelo bem estar e segurança dos outros integrantes de seu grupo e deve obediência aos Defensores, feiticeiros que vigiam os humanos desde tempos imemoriais. Tudo estaria a salvo se não fosse Shay Doran, um misterioso humano que faz Calla transgredir as severas leis que regem seu mundo e colocar em risco não só a sua vida, mas a de todos aqueles que ama.



Nightshade, título original do livro, não é só uma capa bonita, não. É também uma boa história de lobos e humanos coexistindo e temendo um ao outro. O romance aqui não é tão bonito quanto o de Sangue e Chocolate, mas segue uma premissa parecida, desenvolvida por um caminho diferente. Os personagens são mais imaturos, mas cada um possui uma forma especial de conquistar o leitor, seja qual for o seu lado na história. É uma trilogia, e já está completa. Ainda não li o terceiro e último livro, mas gostei muito do rumo que a história tomou até então.



Os Lobos de Mercy Falls – Maggie Stiefvater – Editora Agir



Quando chega o inverno, Grace é atraída pela presença familiar dos lobos que vivem no bosque atrás de sua casa. Ela espera ansiosamente pelo frio desde que fitou pela primeira vez os profundos olhos amarelos de um dos lobos e sobreviveu ao ataque de uma alcateia. Esses mesmos olhos brilhantes ela encontraria mais tarde em Sam, um rapaz que cresceu vivendo duas vidas - uma normal, sob o sol, e outra no inverno, quando vestia a pele do animal feroz que, certa vez, encontrou aquela garota sem medo. Tudo o que Sam deseja é que Grace o reconheça em sua forma humana, e para isso bastaria que trocassem um único olhar. Mas o tempo de Sam está acabando. Ele não sabe até quando manterá a dupla aparência e quando se tornará um lobo para sempre. Enquanto buscam uma maneira de torná-lo humano para sempre, têm de enfrentar a incompreensão da cidade, que vê nos lobos um perigo a ser combatido.


Em mais uma trilogia, cuja estreia se dá com o livro intitulado Calafrio, Os Lobos de Mercy Falls não são lobos comuns, pelo menos por enquanto. Nesta história, a transformação se dá de uma forma diferente. Não estou falando do contágio, que ainda é provocado com a saliva, mas do momento em que se manifesta. Que lua cheia que nada! O grande precursor dos lobos aqui é o inverno. Durante o verão, eles assumem uma forma comum e humana; durante o inverno, eles se tornam os temidos lobos. Mas a peculiaridade da história não termina por aí, em algum momento, a transformação deixa de acontecer e eles se tornam lobos para sempre. Tenso, né? E bem triste também. A história é dramática, mas não é nada água com açúcar. Certamente, uma das melhores histórias com o tema. E já foi toda lançada no Brasil.



Dark Divine – Bree Despain – V&R Editoras



A trama envolvente, que mistura romance, suspense e mistério, entrelaça elementos do passado e do presente. Primeiro livro da trilogia sobre a família Divine - a obra leva o leitor a refletir até que ponto vale o sacrifício por um grande amor. Neste seu romance de estréia, Bree Despain resgata os tempos das Cruzadas e dos Cavaleiros Templários para compor a história de um clã amaldiçoado, que sobrevive através dos tempos em busca de salvação. Segundo a autora, Dark Divine - Paixão Proibida é uma exploração moderna sobre o filho pródigo com um toque de romance paranormal. A ideia inicial da autora ganhou contornos ainda mais misteriosos nas figuras de Grace Divine e Daniel, dois adolescentes que se encontram na escola anos depois do sumiço misterioso do garoto durante a época de infância. Esta reaproximação irá desencadear o lado mais obscuro de Daniel, colocando o amor entre eles em xeque. A narrativa se desenvolve em torno de um terrível segredo que transformará a vida da família de Grace para sempre e ela descobre que a salvação de Daniel dependerá de um ato de sacrifício dela.



Dark Divine também é uma trilogia que aborda o universo dos lobos, cujo diferencial está nas origens da maldição que os cerca. Aqui, uma explicação de cunho religioso nos apresenta aos cães do céu e ao grande tormento de se viver sem ter o controle de sua condição. Mais uma vez, a história é mais triste do que feliz. O romance está fadado a fracassar, mas não pelo que tanto se chama amor proibido, mas sim, pela certeza do quanto se peca ao seguir a natureza. Uma incógnita, não? Grace, a personagem principal, é forte e tem que lidar com uma verdade devastadora. Sua família é realmente perfeita, mas há sempre alguém que se disvirtua no caminho... Não sei o quanto amo a história, mas sei exatamente quando passei a odiá-la (positivamente, claro, se é que é possível algo assim). O último livro não foi lançado por aqui, mas eu já li e asseguro: é devastador mesmo. Há um misto de humanidade, perfeição divina, traição e redenção. A questão relacionada aos lobos é só um pano de fundo para a verdadeira trama, mais do que recomendada.



Lobos Não Choram – Patricia Briggs – Novo Século



O primeiro livro dessa incrível série de sucesso, Alfa e Ômega, de Patricia Briggs – Você não vai querer parar de ler! Anna nunca soube que Lobisomens existiam, até a noite em que sobreviveu a um ataque violento... E se tornou um deles. Depois de três anos como o membro menos importante da alcateia, Anna aprendeu a manter a cabeça baixa e a nunca, jamais, confiar nos machos dominantes. Foi então que Charles Cornick, o matador de aluguel e filho do líder dos lobisomens da América do Norte, entrou em sua vida.Charles insiste em afirmar que Anna não está destinada a ser somente sua grande companheira, mas também um raro e valioso lobo Ômega. A força interior de Anna e a sua presença tranquilizadora serão realmente valiosas quando ela e Charles saírem à caça de um lobisomem desgarrado, uma criatura dominada por magia tão negra que poderia ameaçar toda a alcateia... “Patricia Briggs sempre encanta seus leitores” – Lynn Viehl, autora best-seller do USA Today. “O mundo de Patricia, no qual bruxas, vampiros e lobisomens vivem perto de pessoas comuns, é plausivelmente construído; os personagens são maravilhosos, e a trama faz as páginas flutuarem” – Booklist



Não me matem, mas tenho que confessar uma coisa: não li este. Então por que colocá-lo no top 5? Bom, primeiro, porque a capa é linda; segundo, porque a sinopse promete uma grande história; e, por último, porque as resenhas são bem positivas. Logo, esse livro está nos meus desejados há séculos, só não consegui o meu ainda. Parece uma história forte e sem tanto apelo romântico infantilizado, o que significa dizer uma boa pedida para o tema.



A verdade é que já li inúmeras histórias com personagens lupinos, mas a maioria possui aquela mistureba básica de sobrenaturais. Além disso, a maioria já caiu no conhecimento dos leitores, o que não acrescenta muito, certo? Mas só para não deixar de citá-las, há exemplares peludos e assustadores nos livros e séries a seguir: Os Instrumentos Mortais, Crepúsculo, Acampamento Shadow Falls, Interligados, Híbrida, dentre outros. Infelizmente, como coadjuvantes, eles acabam parecendo sem-graça e pouco interessantes, nada como realmente são (lindos, ferozes, fofos, assustadores, brigões, de família... enfim, algo que só suas próprias histórias pode otimizar).






9 comentários:

  1. Jura que vc nao gostou do filme sangue e chocolate? Eu gostei mas nem sabia q tinha livro. Legal. Foi a unica estoria de lobisomem que gostei. Eles sao sempre tao feios kkkk Vampiros sao mais bonitinhos

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Não curti antes, menos ainda depois que li o livro :)

      Excluir
  2. Top 5 massa. Nem sabia que tinha tanto livro falando só de lobo. Nao li nenhum da lista, mas gostei de todos.

    ResponderExcluir
  3. Oi Camilla :D

    Tenho que confessar, acho os lobos fascinantes, até mesmo o Jacob me agrada (e muito), mais gostei do fato de você falar de livros que nem todo mundo conhece.
    Sangue e chocolate eu conheço a algum tempo, mas só tive a oportunidade de ler em pdf, então já da pra imaginar o tanto de erros que achei, mas ainda assim concordo que ele mereça estar no topo desse post, é maravilhoso.
    Quando aos outros eu não conheço, e fiquei bem curiosa para ler Sob a luz da lua. Que capa é essa? Apaixonante <3

    Beijos.
    http://passeandocomoslivros.blogspot.com.br/

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. As capas são lindas mesmo, né! Enfim, adoro todos...

      Excluir
  4. Amo Alfa e Ômega, lobos são realmente perfeitos em literatura. São mistério, beleza oculta e o inesperado.

    ResponderExcluir
  5. Olá!
    Não sei, nem procurei descobrir quando você fez este post, mas te digo uma coisa, acho que não li nenhum desses livros, mas vou te confessar que o livro Lobos não choram da Patrici Briggs, é maravilhoso!
    Ele é meu grande amor, muito lindo esse livro, procure ler, se não leu ainda.

    ResponderExcluir
  6. gostei da pequena sinopse da saga "Alfa e Ômega" mas queria saber a ordem e quantos livros tem?!

    ResponderExcluir

Gostou do post? Por que não faz um comentário e deixa uma blogueira feliz? :)