Meus Personagens Masculinos Preferidos


Não é nenhum segredo entre leitores fanáticos, como eu, o fato de que certos personagens são tão incríveis que nos apaixonamos por eles. É amor à primeira leitura! Caras apaixonantes de livros costumam ser leais, devotados, lindos e, praticamente, perfeitos. Não é difícil imaginar um desses no mundo real, mas conhecer um é outra história, daquelas bem surreais...
A verdade é que alguns não são assim, tão surreais, mas encontrá-los é uma missão complicada e, exige da leitora mais atenta, capacidades sobrenaturais de acreditar que o "cara" é real. É tão desgastante esperar por nossos incríveis personagens que é mais fácil sentar sob a luz com seu livro preferido e abrir seu próprio portal para o mundo dos caras perfeitos. 

Pensando muito sobre o assunto, resolvi citar alguns dos personagens com quem já sonhei um pouco. Alguns nomes são óbvios, outros nem tanto. O que quero mesmo é expor meu ponto de vista e homenagear essa turma que tanto me encanta. A lista a seguir não está em ordem de preferência, mas de memória, e abrange humanos e sobrenaturais.

1 - O cara é humano, raridade. Jamie Orcutt é inteligente, sarcástico e tem sérios problemas para demonstrar sentimentos. Escondido sob o codinome em Rosa & Túmulo, Poe parece durão, egoísta e ama, exageradamente, a sociedade secreta da qual faz parte. Contudo, o cara de aparência "branco de neve" é, na verdade, um grande apaixonado que faz de tudo para resolver as coisas sem que saibam que se importa. Ele deixou o melhor para o final, claro, mas eu não tinha dúvidas de seu potencial. Leia a série Sociedade Secreta, de Diana Peterfreund e conheça esse personagem tão especial e, o melhor de tudo, tão real.
2 - Daniel Kalbi não é um nome muito comum entre os leitores, infelizmente. Se você não leu sobre ele, não sabe o que está perdendo. O cara tem um dos dons sobrenaturais de que mais gosto e características humanas muito atraentes. Ele é um lobo (sinto muito se você não pode com esse spoiler, mas...) e um namorado muito bom para Grace, no livro The Dark Divine. Fisicamente, tenho certeza de que ele é muito sexy, mas não consigo sequer imaginar uma figura para ele. Se houvesse um filme, um bom nome para interpretá-lo seria o Alex Pettyfer, que também é um nome para muitos personagens da minha imaginação... O fato é que Daniel tem uma personalidade forte e durona, mas no fundo muito pura. Suas atitudes são muito humanas e, para alguém que sofreu como ele, o altruísmo é bem inesperado.
3 - Um dos queridinhos do momento, por acaso, também é um nome que merece estar nesta lista. Peeta Mellark precisou comer o pão que o demo amassou para estar ao lado da garota que amava. Ele é carismático, honesto e protetor, colocando o amor acima de sua própria vida. Interpretado nos cinemas por Josh Hutcherson, o personagem perdeu um pouco de altura física, mas acho que Josh deu conta do recado no quesito atuação. Peeta é dramático, mas conseguiu surpreender ao longo da trilogia e, ao final, é ainda mais amável do que inicialmente. 
4 - O cara é um anjo, literalmente. Bem, na verdade, ele passou de anjo caído para demônio, deixando um rastro de penas douradas pelo caminho. Cam Briel, da série Fallen, é um exemplo de que os caras maus, às vezes são bons, até demais. Espero muito por um história só dele, que é um personagem que cresceu tanto e conquistou muitos corações por aí. Ignore o pingente da serpente e visualize o verde dos olhos do anjo que fez a escolha errada, mas que não deixou seu encanto celestial desaparecer.  Há algo de bom nele, tenho certeza! Nem mesmo os olhos violeta de Daniel superam o ar sexy de Cam. Não concordo que Brant Daugherty seria uma boa escolha para o papel de Cam, falta algo nele, mas também não tenho outro palpite, no momento.
5 - Pouco conhecido no mundo dos vampiros, porém o mais legal de todos, é também bonito, educado, galanteador, ótimo estrategista e, ainda, romeno, Lucius Vladescu deveria receber mais créditos das vampiromaníacas. O cara merece! Ele é, simplesmente, um príncipe vampiro muito respeitado e poderoso que sai em busca de sua prometida para convencê-la de que seu lugar é na realeza. Criado para ser mau, ele luta contra sua maior vontade pelo bem de Antanasia. Como se livrar de um vampiro apaixonado não é, nem de longe, o título ideal para um livro que deveria se chamar Como não se apaixonar por um Lucius Vladescu...
6 - Brigão, pegador e muito sexy, ele é a cara do desastre! Sua vida depois de conhecê-lo não pode ser a mesma. Como não rir ou se emocionar com as doces e desastradas tentativas de declaração de amor feitas por Travis Maddox? Sob a forma enorme de um lutador clandestino e galinha, Travis mudou parte do seu jeito de ser só para agradar sua musa. Bom amigo, carinhoso e humano, não é nada fácil evitá-lo. Não pude deixar de imaginá-lo como Channing Tatum, pois se houvesse um filme para Belo Desastre, acho que o papel seria dele.
7 - Dimitri Belikov é o cara, até no nome! Damphir (uma espécie diferente de vampiro), russo e respeitado, Dimitri é muito mais do que força e beleza. Seu maior desafio é o paradigma Amor x Trabalho, que lhe trás problemas e muita dor. É um cara de atitudes e poucas palavras, mas o que realmente me espanta é conseguir imaginar sua figura. É raro eu conseguir visualizar tão bem um personagem e associá-lo a alguém, mas posso dizer que Ben Barnes daria um Dimitri Belikov daqueles!
8 - Clichê, porém inevitável, devo acrescentar à lista nosso brilhante vampiro Edward Cullen porque sou dessas que já shippou muito sobre a história. Edward é lindo (discordo totalmente da escolha do sr Pattinson, mas...), puro, forte e devotado e, apesar da dieta de sua espécie, pode ser considerado bonzinho e vegetariano. Ele ama, insanamente, uma garota humana muito chata e decide passar a eternidade ao lado dela. O cara é um santo, gente! Merece o crédito! A verdade é que a Saga Crepúsculo só tem o poder que tem graças a ele, o personagem que todas as meninas desejam e não podem ter. Edward é bom demais para ser humano e seu altruísmo está além das expectativas,
9 - Quando comecei a ler a série das Garotas Gallagher não esperava que um personagem tão irreverente poderia surgir no contexto sério e suspeito da escola de espiãs, mas Zack, o garoto Blackthorne tem tudo o que um cara precisa para ser atraente. Ele é divertido, sarcástico, provocador e competente, sabendo ser fofo nos momentos difíceis. 
10 - Penas negras, olhos profundos e um ar imortal de quem já perdeu muito. O sarcasmo e a grosseria de Patch Cipriano não são o bastante para afastar o desejo mortal por alguém como ele. Chamado de Jev ou Patch, a personalidade daquele que finge não se importar é marcada pelo amor inesperado. Confesso que não curto muito Hush Hush, embora tenha lido a série bem felizinha só para ver o próximo passo do anjo caído mais caliente dos young-adults.

E então? Concordam?

xoxo

3 comentários:

  1. Olá!
    Que lindo seu blog, cheio de postagens assim, no início!
    Muito sucesso pra você!
    Beijão!

    ResponderExcluir
  2. Eu adoro o Can, também acho que esse ator que vai interpreta-lo no cinema precise de um algo a mais... para ficar como o Cam do livro.
    Eu amooo o Edward, e acho que a escolha de Robert Pattinson para interpreta-lo foi perfeita.

    ResponderExcluir
  3. Eu adoro o Can, também acho que esse ator que vai interpreta-lo no cinema precise de um algo a mais... para ficar como o Cam do livro.
    Eu amooo o Edward, e acho que a escolha de Robert Pattinson para interpreta-lo foi perfeita.

    ResponderExcluir

Gostou do post? Por que não faz um comentário e deixa uma blogueira feliz? :)